Não Existe Amor Em SP

Não existe amor em SP    

Um labirinto místico

Onde os grafites gritam

Não dá pra descrever

Numa linda frase

De um postal tão doce

cuidado com doce

São Paulo é um buquê

Buquês são flores mortas

Num lindo arranjo

Arranjo lindo feito pra você

Não existe amor em SP.

Os bares estão cheios de almas tão vazias

A ganancia vibra, a vaidade excita

Devolva minha vida e morra afogada em seu próprio mar de fel

Aqui ninguém vai pro céu.

Não precisa morrer pra ver Deus

Não precisa sofrer pra saber o que é melhor pra você

Encontro tuas nuvens em cada escombro em cada esquina

Me dê um gole de vida

Não precisa morrer pra ver Deus

There is no love in SP

There is no love in SP   

A mystical labyrinth

Where the graffitis scream

I can’t describe it

In a beautiful phrase

From such a sweet postcard

Careful with candy

São Paulo is a bouquet

Bouquets are dead flowers

In a beautiful arrangement

Beautiful arrangement made for you

There is no love in SP.

The bars are full of such empty souls.

Gree vibrates, vanity excites

Give me back my life and die drowned in your own ocean of ​​gall

Here nobody goes to heaven.

You don’t have to die to see God.

You don’tt have to suffer to know what's best for you.

I meet your clouds in every rubble at every corner

Give me a sip of life

You don’t have to die to see God.